Vida e Obra de Trindade Leal

Bem Vindo!

A Arte Gaúcha.

Sobre o Artista

Geraldo Trindade Leal, nasceu no dia 17 de Agosto de 1927, na cidade de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul. Passou sua infância na Estância Olaria, de propriedade de seus avós e, como toda criança da fronteira do Rio Grande do Sul, conviveu com pingos, potros e peões.

Certamente as brincadeiras do folclore gaúcho contribuíram para que Trindade desenvolvesse, desde cedo, um comportamento de poeta-escultor, pois, quando uma criança constrói seus brinquedos está construindo, com a imaginação, o seu próprio mundo.

Aos vinte anos Trindade Leal começou a desenhar e pintar profissionalmente e foi morar em Porto Alegre. Viajou pelo Brasil e expondo suas xilogravuras, desenhos e pinturas.
Na Bahia ficou encantando com a riqueza do folclore nordestino e decidiu também divulgar a riqueza do folclore gaúcho.

Nos setenta e um anos, a maturidade de suas obras encontra reconhecimento no circuito artístico brasileiro. Trindade participa de várias exposições e ganha prêmios significativos.

A importância de obra de Trindade para o patrimônio artístico e cultural brasileiro consiste no caráter inovador da representação do espaço regional e de suas memórias de infância, introduzindo as qualidades estéticas da modernidade nas Artes Plásticas no Rio Grande do Sul.

Arte e Cultura

Sobre o Artista

O pintor, gravador e desenhista Geraldo Trindade Leal, realizou diversas atividades voltada para a arte e cultura. Fez xilogravuras sobre o lobisomem e, “picassiano”, trabalhou memórias da infância em óleos sobre tela, aquarelas e extratos de nogueira.

Trindade, é o primeiro artista que valorizou os elementos da cultura gaúcha. Na alegria das cores e do imaginário regional, nos faz até hoje sonhar através de suas pinturas modernistas,segundo relata o livro de Carmen Lúcia Martins Borges, O Curral das Cores.

Start typing and press Enter to search